Índices de obesidade e sobrepeso crescem no país

Os índices de excesso de peso e obesidade no Brasil são crescentes e alarmantes. É o que mostra uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), ao longo de 2016. Desta vez, os números do Vigitel trazem os resultados do estudo realizado com beneficiários de planos de saúde. A proporção de adultos com excesso de peso aumentou de 46,5% para 53,7%, um crescimento de 15,5%, na comparação entre 2008, quando a pesquisa foi feita pela primeira vez, e 2016. Em relação à obesidade, o percentual foi de 12,5% para 17,7%, um aumento de 41,6%. Foram realizadas 53.210 entrevistas por telefone, sendo 20.258 com homens e 32.952, com mulheres, em todas as capitais e no Distrito Federal, entre os meses de fevereiro e dezembro de 2016.

O aumento dos dois índices está diretamente relacionado com doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão, além de alguns tipos de câncer. Isso afeta diretamente os sistemas de saúde e as operadoras de planos — explica Karla Coelho, diretora de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS. — Por mais que a pesquisa mostre que as pessoas estão comendo mais verduras e legumes, por exemplo, há também um aumento no consumo de comidas industrializadas e de bebidas alcoólicas e ainda o fato de a população fazer pouca atividade física.

É sempre importante acompanhar o caso com um médico especialista, afinal, cada organismo funciona de um jeito. Portanto, se você sofre com a obesidade, procure um médico e busque o melhor tratamento para seu quadro.

Fonte: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/obesidade-sobrepeso-sao-problemas-crescentes-no-pais-22284517