Sete em cada 10 “millennials” terão excesso de peso na meia-idade, indica levantamento

A geração dos “millennials”, formada por pessoas que nasceram entre o início dos anos 1980 e meados da década de 1990, está se tornando o grupo com maior incidência de sobrepeso da história. De acordo com um levantamento realizado pela organização Cancer Research UK, no Reino Unido, sete em cada 10 millennials tendem a se tornar obesos ou ter sobrepeso na meia-idade.

O levantamento evidencia um salto em relação ao índice entre os “baby boomers” _ aqueles nascidos logo após a Segunda Guerra Mundial: cinco em cada dez integrantes dessa geração chegaram à meia-idade acima do peso ideal.

A entidade reforça que o ambiente em que vivemos, com fácil acesso a alimentos processados, tem papel fundamental nesse cenário.

— Comer muitas frutas, vegetais e outros alimentos cheios de fibras, como cereais integrais, e cortar a junk food é a melhor maneira de manter um peso saudável — recomenda Linda Bauld, especialista em prevenção da Cancer Research UK.

A obesidade está ligada 13 tipos diferentes de câncer, incluindo os de mama, intestino e rim, conforme aponta a entidade.

— O excesso de peso é a segunda maior causa evitável de câncer no Reino Unido, só perde para o fumo. Tomar conhecimento disso pode ajudar a poupar não apenas os “millennials”, mas as outras gerações também — afirma Alison Cox, diretora de prevenção da Cancer Research UK.

— A gordura corporal em excesso não fica “parada” onde está. Ela envia mensagens que podem causar danos às células. Esse dano pode aumentar ao longo do tempo e elevar o risco de câncer — complementa Linda.

A Cancer Research UK está lançando uma campanha no Reino Unido para conscientizar a população sobre a relação entre obesidade e câncer.

Fonte: Gaúcha ZH