INADEC entra na luta pela permanência dos emagrecedores

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) se uniu à causa pela manutenção da Lei 13.454/2017, que permitiu o uso de emagrecedores no tratamento da obesidade.

Um dos mentores da entidade, o deputado federal Celso Russomano, solicitou uma audiência pública na Comissão de Direitos do Consumidor para discutir a possível revogação da lei caso a ADI 5779 seja julgada procedente pelo Supremo. Durante a discussão, o deputado deixou bastante claro que, assim como a entidade colocou na petição para se tornar parte do processo no STF, vê um total desprezo pela necessidade dos pacientes obesos na tentativa imposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores de Saúde.

O Inadec reforça o grupo de instituições consagradas que defendem a Lei 13.454/2017 e o uso de emagrecedores que já contava com Abiquifi, Abeso, SBEM e Abran, entre outras.

Leia, baixe e compartilhe o documento aqui.